De acordo com os dados revelados pelo INE – Instituto Nacional de Estatística, a avaliação do montante médio por metro quadrado realizada pela banca, aumentou 13 Euros face a Janeiro. Fevereiro registou o valor de 1239 Euros, representando o 23.º mês consecutivo de crescimento.  Comparado com Fevereiro de 2018, a subida foi de 79 Euros.

Na prática, o inquérito à avaliação bancária nas habitações, permite obter dados caraterizadores dos alojamentos alvos de financiamento bancário, que consequentemente conduz à uma avaliação técnica de cada imóvel. Deste modo, os resultados recolhidos são representativos para o conjunto de alojamentos em que há recurso a esse meio de financiamento.

Assim, em Fevereiro a avaliação média dos apartamentos aumentou 22 Euros para 1310 Euros por metro quadrado. Nas moradias, o montante estabilizou nos 1125 euros por metro quadrado. Em termos concretos, os apartamentos de tipologias T2 e T3 foram os mais avaliados pela banca. O valor médio da avaliação para apartamentos T2 foi 1321 Euros/m2, enquanto que para os T3, verificou-se uma subida de 19 euros, para 1237 Euros/m2.

Ainda no campo da avaliação bancária, o Algarve foi a zona onde o valor mais subiu nos primeiros meses do ano: 1642 Euros (+2,8%) por metro quadrado. As subidas menos expressivas registaram-se na Área Metropolitana de Lisboa:1521 Euros (+0,5%), e nos Açores: 1071 Euros (+0,5%).