A cadeia israelita Fattal Hotel Group comprou o antigo Convento Corpus Christi na Baixa de Lisboa, com intenção de convertê-lo num Hotel de Luxo com 130 quartos.

A Optylon Krea, uma sociedade turca dedicada ao desenvolvimento de projectos imobiliários e à gestão de investimentos, detinha até a data o antigo Convento Corpus Christi. O grupo israelita Fattal Hotel Group, fundado em 1998 e cotado na bolsa de Telavive, adquiriu recentemente o edifício, desconhecendo-se o valor da transação, mas destaca-se a entrada da marca em Lisboa.

Assim, e como tem sido bastante recorrente, a Baixa de Lisboa, o coração da capital vai ganhar mais um hotel num edifício histórico e emblemático. O antigo Convento vai ser transformado muito brevemente num hotel de categoria superior a 4 Estrelas, sob a marca Leonardo Royal Hotels. A futura unidade hoteleira terá um total de 130 quartos e ficará delimitado pela Rua dos Fanqueiros, Rua dos Douradores, Rua da Vitória e Rua de São Nicolau.

A história do antigo edifício remonta ao séc. XVII, mas foi sujeito a uma reconstrução após o Terramoto de 1755. Com este novo projeto será submetido a uma total renovação, preservando ao mesmo tempo a fachada original. O grupo israelita adianta que o novo hotel irá conjugar a tradição no seu exterior com a modernidade de design no seu interior, compartilhando assim, as mesmas características dos restantes hotéis da rede que operam neste momento.

Com este hotel na Baixa, o grupo aumenta o número dos seus estabelecimentos na Península Ibérica para dez. O Diretor-geral da marca para Espanha e Portugal, Shay Raz revelou que a empresa estava já há algum tempo em busca de uma localização atraente na capital portuguesa. Acrescenta ainda que a empresa continua ativamente a procura de novos projetos no nosso país, tanto a nível de compra de Ativos como a nível das modalidades de aluguer ou gestão.

O Diretor-geral da Leonardo Hotels na Europa e Reino Unido, Daniel Roger explica que, Lisboa era quase a última capital europeia onde o grupo não tinha presença, após a abertura de hotéis em Londres, Amesterdão e Roma nos últimos 18 meses. As previsões a médio prazo da Leonardo Hotels, apontam para a abertura de 20 novos hotéis na Europa até 2022.

A cadeia israelita conta já com mais de 200 hotéis em 18 países, num total de 180 unidades em diferentes países europeus. A Alemanha contabiliza 60 unidades em 20 cidades, enquanto que no Reino Unido o grupo opera mais de 50 hotéis, sob diversas marcas.

Shay Raz salienta a singularidade do hotel, com as dimensões perfeitas para a acomodar viajantes independentes e grupos. Além disso, a localização é claramente imbatível, e promete oferecer aos hóspedes uma experiência única, numa cidade tão atraente para o turismo internacional como é Lisboa. 

O gestor refere ainda que este projeto em Lisboa é muito excitante, pois trata-se de uma cidade com enormes potencialidades para a marca, e onde já existia há muito tempo uma enorme vontade de encontrar uma localização atraente para os seus clientes. Para finalizar, sublinha o facto de esta abertura ser uma estreia absoluta em território nacional.