A promotora imobiliária Avenue responsável pelo novo complexo de escritórios em construção no Parque das Nações, em Lisboa, adianta que já existe inúmeras empresas interessadas em arrendar um espaço, no chamado Exeo Office Campus.

Trata-se de um projeto de escritórios com 3 edifícios num total de 70.000 m2. O primeiro edifício a ser erguido, denominado de LUMNIA, terá 31.000 m2, o segundo com o nome de AURA terá 17.000 m2, e por fim, o ECHO terá cerca de 21.000 m2. 

Apesar de ainda estar atualmente a ser construído, o Diretor-Geral da Avenue, Aniceto Viegas, confirma que tem recebido enormes manifestações de interesse, algumas já muito avançadas. Em termos concretos, são aproximadamente entre 50% a 60% de área que está a ser discutida com potenciais arrendatários.

De acordo com o responsável, as obras de infraestruturas arrancaram no início de 2019, enquanto que o LUMNIA, o primeiro edifício arrancou no final do ano. A promotora pretende que seja um projeto moderno e que responda acima de tudo à nova geração de projetos de escritórios.

Aniceto Viegas salienta que é um espaço desenhado para ser eficiente e ter conforto de trabalho. Acrescenta ainda que estamos a falar de um conjunto de edifícios sustentáveis com preocupações ambientais, referindo-se ao facto de existir um espaço exterior com 15.000 m2 de jardins. onde é possível também trabalhar.

Em jeito de conclusão, revela que o  segmento de escritórios, juntamente com o aumento da oferta de casas para a classe média portuguesa, é uma das apostas a curto-médio prazo da Avenue. Assim, a promotora manterá fortemente o seu foco em escritórios na capital e no Porto, em habitação do segmento médio e, inevitavelmente, irá continuar a investir na habitação do segmento alto na grande Lisboa.